Como funciona a tecnologia NFC e Contactless - pagamento por aproximação

Na hora de usar o cartão para fazer um pagamento não é mais necessário inseri-lo no equipamento e nem digitar a senha, basta usar as tecnologias Contactless e NFC. Embora no Brasil esse tipo de pagamento seja pouco explorado, há mais de 1,1 milhão de terminais compatíveis com a leitura de dados por aproximação. O Bradesco e o Banco Original já emitem cartões com essa tecnologia, dando agilidade as transações, inclusive nos caixas eletrônicos.
Cartões com tecnologia Contactless são raros. No Brasil são emitidos principalmente pelo Banco Original, Santander e Bradesco.

O NFC (Near Field Communication) é uma tecnologia que permite o pagamento por aproximação, tal como o Contactless. O NFC é compatível com algumas marcas de celulares, relógios e já existem até pulseiras exclusivas para esse tipo de pagamento.
NFC pode ser utilizado em smartphones, relógios inteligentes e até pulseiras (imagem: divulgação / Tecnim)


Para fazer um pagamento por NFC ou Contactless é necessário que o aparelho (celular, relógio, tablet, etc – que seja compatível com a tecnologia) ou o cartão seja aproximado do terminal. É necessário uma aproximação de 2 a 15 centímetros (igual leitores de metrô e ônibus).

Enquanto o NFC é uma tecnologia de pagamento por radiofrequência, o Contactless funciona através da leitura de um chip especial especialmente desenvolvido para essa tecnologia. Nos cartões que possuem essa tecnologia há o símbolo das quatro “ondinhas” (vide imagem acima). Certamente já deve ter observado essa marca nas maquininhas de cartões.


VANTAGENS
  • Evita que seja necessário inserir o cartão na maquininha – o que agiliza o pagamento e evita que o plástico sofra com o desgaste ocasionado pelo atrito entre o terminal e o cartão;
  • Mais seguro – dispensa a necessidade de inserção do cartão ou digitação da senha;
  • Mais rápido – um pagamento por Contactless ou NFC é processado em até 20 segundos;



DESVANTAGENS
  • Limitado – Os pagamentos por NFC e Contactless geralmente possuem valores limitados. Em Portugal, por exemplo, a maioria dos bancos só autoriza pagamentos de até duzentos euros usando a tecnologia. No Brasil o limite para pagamentos sem a leitura do chip e digitação da senha é, em média, de até R$ 1 mil.
  • Validade do cartão é menor – Os cartões com a tecnologia Contactless possuem validade inferior, pois precisam ser substituídos em até 18 meses para garantir o funcionamento do sistema.
  • Caso o usuário fique sem bateria no smartphone ou smartwach com essa tecnologia ele fica impedido de realizar pagamentos, algo que não acontece com os cartões Contactless.



NFC VAI SUBSTITUIR A TECNOLOGIA CONTACTLESS
A tendência é que a tecnologia Contactless não ganhe espaço no mercado devido a popularização da tecnologia NFC através de empresas como Apple Pay, Google Pay, Samsung Pay, etc.

O uso do cartão de plástico pode estar com os dias contados devido a popularização das carteiras digitais e da tecnologia de pagamentos por aproximação.

No celular é importante que os usuários tenham adotem medidas de segurança para evitar a utilização indevida em caso de perda ou roubo do aparelho. Ter um software para apagar remotamente os dados do aparelho e a utilização de senha de acesso são essenciais.